Tornando-se um leitor experiente

14 abril 2017
https://goo.gl/eSjJ62

Antes tarde do que nunca: esse é o post da gincana de interação entre blogs da qual o Tribo está participando. O tema da semana é “Amadurecer” e resolvi abordar ele de um jeito que é a cara do blog e que pode ajudar vocês também. Sem mais enrolação, hoje vou falar sobre como amadurecer como leitor.

Bom, desde que me entendo por gente, sou uma traça de biblioteca. Me lembro de que na segunda série do fundamental, atual terceiro ano, eu sempre lia e relia “Ou isto ou aquilo” da Cecília Meireles. Também entrei para o clube da poesia assim que ele surgiu na escola, e apesar de ele ter tido uma vida curta, amei cada momento. Mas o grande X da questão é: eu realmente entedia o que os textos queriam dizer? E a resposta é: superficialmente. Esse também é o motivo pelo qual eu sou contra fazer adolescentes lerem Memórias Póstumas de Brás Cubas, por exemplo.

Eu lia, e lia bastante. Mas era só isso. Eu não procurava figuras de linguagem, significados ocultos, e todos esses detalhes que ficam nas entrelinhas. Eu não me atentava para quem era o autor do livro ou o período literário no qual ele estava inserido. É errado ler assim? Não é. Mas quando você cresce, você quer mais. Você não quer só uma declaração de amor boba, você quer ouvir um “I’m not fall in love for you. I fly” e entender o que isso quer dizer realmente.

A verdade é que a leitura é uma forma de lazer para muitas pessoas, porém, para que se entenda determinados textos, é preciso que se amadureça. Essa evolução pode surgir aos poucos e naturalmente, ou pode surgir de estudos mesmo. Sabe aquele clichê de que quanto mais você faz determinada coisa, melhor você fica nela? Ler não é uma exceção.

O caminho que indico é ler sempre e sair da sua zona de conforto como leitor. Se arrisque em gêneros que não estão entre os seus prediletos e, sim, leia um pouco de teoria. Massaud Moisés tem um livro muito bom chamado A análise literária e depois desse livro eu sou outro ser humano, sério.

É gostoso amadurecer. E uma hora você vai perceber que os olhos que leem um mesmo livro que fora lido na infância o vê de outro modo agora. E quando esse momento chegar, você vai saber que cresceu. 





Lady Thaw
É uma sonhadora, amante de livros e literata. Adora cantar, dançar, ler e conversar. Um dia terá um gato preto chamado Plutão.
2 Comentários | BLOGGER
Comentários | FACEBOOK

2 comentários:

  1. Isso que você disse é super válido. Com o passar do tempo vamos pegando o gosto por explorar novos livros, gêneros e autores. E quando percebemos estão amanado um livro que a gente nunca pensou que fosse ler, quem dirá gostar.

    Blog Profano Feminino

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim! Ler é uma paixão em como tudo na vida, evoluimos nisso também! Beijos

      Excluir

 
© Tribo Letras, VERSION: 01 - janeiro/2017. Todos os direitos reservados.
Criado por: Maidy Lacerda
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo