Ele me ama | Fanfic

23 junho 2017
Banner feito por mim. Ignorem o link do meu antigo blog.
Meus pés tocavam o chão de tatame da mansão Kuchiki, sem emitir nenhum som. Era tarde. Umas duas horas da madrugada. Ou cedo, dependendo do ponto de vista. O silêncio era irritante. Fazia a mente funcionar. E eu não queria pensar. Isso era algo que eu estava evitando há algum tempo. Mas evitar pensar em um assunto era como tentar agarrar água com as mãos. Como assistir um filme de terror e tentar não se lembrar dele quando se está sozinha em algum lugar escuro. Simplesmente impossível.

Lembrei-me do que aconteceu, nesse mesmo dia, há um ano.

Naquela época eu estava decidida a acabar com o meu tormento.

Entrei no quarto do meu aniki.

Ele estava ajoelhado de frente para aquele altar, onde ficavam as fotos da Hisana.
Ajoelhei-me próxima a entrada e abaixei minha cabeça. Dessa vez não ia comunicar o sucesso de alguma missão, nem dizer que tinha subido de posto no meu esquadrão.

“Aniki, quero fazer um pedido a você.”

“Fale.”

“Eu, Rukia, quero ser expulsa do clã Kuchiki.”

Ele olhou-me de relance. Esse movimento foi tão rápido, que pensei tê-lo imaginado.

“Por quê?”

Se eu demorasse mais um segundo para responder, não teria coragem para falar o motivo. Então falei de uma vez:

“Porque eu estou apaixonada pelo meu irmão.” 

Lady Thaw
É uma sonhadora, amante de livros e literata. Adora cantar, dançar, ler e conversar. Um dia terá um gato preto chamado Plutão.





Batman | A Piada Mortal

11 junho 2017
https://goo.gl/B1nlny

Título (original): Batman: The Killing Joke
Roteirista: Alan Moore.
Ilustrador: Brian Bolland
Páginas: 82 

Sinopse: Um dia ruim.

É apenas isso que separa um homem são da loucura. Pelo menos segundo o Coringa, um dos maiores e mais conhecidos - se não o maior e mais conhecido  vilão do mundo dos quadrinhos. E ele quer provar o seu ponto de vista enlouquecendo ninguém menos que o principal aliado de seu maior inimigo: o Comissário Gordon. Cabe ao Cavaleiro das Trevas impedir.


Alana Campanha
Há milênios perdida nesta Terra, sobrevive de histórias feitas por seus habitantes. Ama escrever, criar tramas surreais e se aventurar pela literatura. Apaixonada por Doctor Who, sonha em viajar por esse mundo um dia desses.





Minha primeira tatuagem e o espírito ganbatte

28 maio 2017

No início desse mês de maio eu finalmente fiz minha primeira tatuagem. Há anos que quero fazer ela, mas sempre dava errado - ou por falta de dinheiro, ou de coragem. Quando soube que iam liberar o FGTS inativo, já sabia 3 coisa que iria fazer com esse dinheiro: fazer uma tatuagem, comprar meu primeiro sapato lolita e pagar meu intercâmbio. Já fiz as duas primeiras coisas e pretendo que a terceira logo seja nosso assunto por aqui. 

Por agora, vamos para a tatoo. Nela está escrito ganbatte em hiragana. Muitas traduções adaptam a expressão ganbatte kudasai para "boa sorte". Se formos comparar, no Japão eles desejam ganbatte kudasai em situações que nós, brasileiros, desejamos "boa sorte". Mas ganbatte não significa "boa sorte". A tradução literal de ganbatte é "se esforce", a de kudasai é "por favor".

Não é segredo para ninguém que eu amo muito a cultura japonesa, e uma característica marcante nela é o espírito ganbatte. O povo japonês é determinado, eles são esforçados e acreditam que com o esforço podemos fazer qualquer coisa; ser qualquer coisa.

Estou super contente com a tatoo. Mais do que uma escrita em letras estrangeiras em minha pele, ela é um lembrete: se esforce! Se você não desistir, você vai chegar lá. E essa é a mensagem que quero passar para vocês também: ganbatte!



Lady Thaw
É uma sonhadora, amante de livros e literata. Adora cantar, dançar, ler e conversar. Um dia terá um gato preto chamado Plutão.





Título - ainda indefinido

14 maio 2017
https://goo.gl/8DNGx7

Em alguns momentos as coisas são mais difíceis do que o normal. Parece que as pequenas e grandes tarefas formam  um amontoadinho que se torna indivisível. Você sabe que talvez - e só talvez - dê para escrever cada coisa que precisa ser feita. Você sabe, ou acha que sabe, que dá para classificar por ordem de relevância; as coisas mais complexas primeiro. Mas tem certeza de que não irá conseguir. Falta alguma coisa, você sabe. As pessoas a sua volta continuam sorrindo, seus fones de ouvido tocando músicas que todo mundo acha legal e que você nunca ouviu falar sobre. E os olhares... comentários... São para você? São de você? Não tem como saber e isso te incomoda. Você não quer falar, explicar, sentir. E ao mesmo tempo, quer por para fora algo que não tem nome.

Tudo é lento e bagunçado.

Você dobra o papel vagarosamente e com uma delicadeza desnecessária. Tem medo que quebre. Você escreve, pensa, porém não entende. E não há nada para ser entendido. Não há nada para pensar sobre. Não há segredos ou caminhos. Você apenas está.



Lady Thaw
É uma sonhadora, amante de livros e literata. Adora cantar, dançar, ler e conversar. Um dia terá um gato preto chamado Plutão.





O que não te contaram sobre relacionamentos

10 maio 2017
https://goo.gl/TuaF7e
Você provavelmente conhece a sensação de que está sozinho no mundo e de que não existe alguém nesse vasto universo para você. Quem nunca ouviu a piadinha sobre a existência de uma tampa para toda panela, mas que você é uma frigideira? É, eu também já me senti assim e aprendi uma coisinha ou outra com a vida.


Lady Thaw
É uma sonhadora, amante de livros e literata. Adora cantar, dançar, ler e conversar. Um dia terá um gato preto chamado Plutão.
 
© Tribo Letras, VERSION: 01 - janeiro/2017. Todos os direitos reservados.
Criado por: Maidy Lacerda
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo